• DECORP

Prefeitura apresenta finalização do plano municipal de saneamento básico

Depois de oito anos, Plano Municipal de Saneamento Básico é concluído.


Depois de oito anos de tentativa para desenvolver Plano Municipal de Saneamento Básico, o mesmo foi concretizado na atual gestão. O prefeito Tanízio Sá, comentou que: "Essa foi mais uma de sua conquista, foi uma tarefa árdua e cansativa, porém o município irá ganhar credibilidade, principalmente no que se refere aos recursos do governo federal direcionados ao saneamento básico. Há anos os prefeitos anteriores haviam tentado concretizá-lo, porém não conseguiram, devido a burocracia exigida, fico muito feliz em poder deixar esse legado que servirá como horizonte indispensável da política pública de saneamento que será desenvolvido a partir de agora e para o futuro."



O QUE É O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO?


O PMSB-MU é o principal instrumento da política de saneamento básico. Deve ser entendido também como um requisito para o acesso aos recursos da União direcionados ao saneamento básico.


Deve obedecer a critérios técnicos, legislações sanitárias e ambientais, normas locais de coleta e transporte dos serviços de limpeza urbana, especialmente os relativos aos resíduos gerados nos serviços de saúde.


Abrange todo o território do município, ou seja, as áreas urbana e rural. Nele são considerados os quatro componentes do saneamento básico:


  • Abastecimento de água potável;

  • Esgotamento sanitário;

  • Limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; e

  • Drenagem e manejo de águas pluviais urbanas.

  • O conteúdo do PMSB-MU atende a legislação e incorpora elementos adicionais e importantes para a própria conveniência do município.


A apresentação do Plano Municipal de Saneamento Básico, contou com integrantes da Funasa, Ministério Público e funcionários da prefeitura.



DA NECESSIDADE:


Todos os municípios brasileiros devem elaborar o seu plano de saneamento básico. É o que determina a Lei nº 11.445/2007, Lei de Diretrizes Nacional para o Saneamento Básico, que estabelece as diretrizes nacionais e a política federal de saneamento básico.


O plano é instrumento indispensável da política pública de saneamento básico e obrigatório para a contratação ou concessão dos serviços.


Ao estabelecer as diretrizes nacionais para o saneamento básico, aplicáveis à União, aos estados, Distrito Federal e os municípios, a Lei também.


Obriga sua observação por todos os prestadores de serviços;


  • Estabelece os princípios sob os quais os serviços de saneamento básico devem ser prestados;


  • Definir as obrigações do titular, as condições em que os serviços podem ser delegados, as regras para as relações entre o titular e os prestadores de serviços e as condições para a retomada dos serviços;


  • Tratamento da prestação regionalizada;


  • Instituição a obrigatoriedade de planejar e regular os serviços;


  • Abranger os aspectos econômicos, sociais e técnicos da prestação dos serviços; e


  • Instituição a participação e o controle social.

Menu da Transparência

Saiba como e onde o Prefeito tem investido as arrecadações.

           

 

 

       Portal da Transparência

Diárias e Passagens

Estoque

Transf. Financeiras

Contas Públicas

(RREO, RGF, PCA)

Programas e Projetos

Transferência Acumuladas

(FPM, Fundeb, Sal, Educação, ITR, FEX, CIDE, CFEM, AFM, Lei 87-96"Kandir", ICMS) por ano

Turista

- Sobre a cidade

- Hino e Símbolos

Servidor Público

- Concursos e Seleção

- Contracheque Online

Bandeira9.jpg
  • Facebook | Manoel Urbano
  • YouTube | Manoel Urbano

Contato (SIC)

 

Prefeitura de Manoel Urbano

CNPJ 04.051.207/0001-46

Av. Valério Caldas de Magalhães, 839

CEP 69950-000

Manoel Urbano, Acre, Brasil

gabinete@manoelurbano.ac.gov.br

+55 (68) 3611 1314

Segunda a sexta: 07:00 as 13:00

Desenvolvido por

DECORP - Conectando pessoas